Trabalho

Está indeciso entre duas propostas de emprego? Tenha em conta os benefícios extrassalariais

5 de Agosto, 2022

As pessoas mudam de emprego por várias razões. Porque querem trabalhar numa área diferente ou numa empresa que gostem mais, porque querem progredir na carreira ou abraçar projetos mais aliciantes, porque procuram um melhor equilíbrio entre a sua vida profissional e pessoal e muito mais… 

Longe vão os tempos em que o salário era o único elemento que entrava na equação no momento de explorar uma nova oportunidade de emprego. Embora a remuneração continue a ser preponderante, os trabalhadores valorizam, agora, outros aspetos.

Por isso, muitas organizações têm vindo a adotar uma política de benefícios extrassalariais – benefícios complementares ao pacote salarial – que vão ao encontro destas expetativas dos candidatos que estão abertos a um novo desafio profissional.

É o seu caso? Está à procura de emprego? Já tem propostas em cima da mesa e está a analisá-las? Então avalie bem os benefícios e as condições oferecidas pelas empresas em questão. 

Benefícios extrassalariais a considerar na sua análise

Se tiver duas (ou mais) ofertas de emprego e a componente salarial for semelhante, é crucial analisar os benefícios extrassalariais envolvidos. 

Deve, claro, fazer essa análise em função das suas necessidades e daquilo que é mais importante para si na fase de vida em que se encontra. Não somos todos iguais e aquilo que pode ser útil para outra pessoa pode não ser para nós. 

Descubra, na lista abaixo, alguns dos benefícios extrassalariais mais comuns e que podem fazer a diferença numa proposta de emprego:

  • Subsídio de refeição: embora não seja obrigatório, a maior parte das empresas em Portugal opta pela sua atribuição aos colaboradores. Ainda assim, deve perceber qual vai ser o valor diário e se vai ser pago em numerário ou através de vale social (o valor máximo diário isento de impostos em dinheiro é de 4,77€ e, se for pago em cartão, esse valor passa a ser de 7,63€, aumentando a sua liquidez ao final do mês para despesas com alimentação). 
  • Seguro de saúde: muitas empresas disponibilizam aos seus colaboradores um plano de saúde com o objetivo de promover a sua qualidade de vida e bem-estar (através de um acesso mais facilitado aos cuidados de saúde).  
  • Apoio à educação e formação: colaboradores que tenham filhos em idade escolar ou que queiram, eles próprios, desenvolver as suas competências valorizam benefícios que lhes permitam aumentar o seu poder de compra em escolas, universidades, centros de formação, escolas de línguas, etc.
  • Apoio à infância: para quem tem filhos ou dependentes em creches, jardins de infância ou similares, ter algum tipo de benefício que aumente a sua liquidez para suportar estes encargos pode ser um fator diferenciador. 
  • Dias de férias extra: a possibilidade de terem mais dias de férias remunerados (por exemplo, o dia de aniversário ou outros) é também um dos aspetos mais valorizados pelos trabalhadores e que muitas empresas já incluem nas suas políticas de benefícios. 
  • Flexibilidade de horários: a conciliação entre a vida pessoal e a atividade profissional torna-se mais fácil se a empresa permitir que os colaboradores tenham horários flexíveis e façam essa gestão – da coexistência de assuntos pessoais com o trabalho – de forma mais despreocupada.
  • Teletrabalho: a pandemia da covid-19 trouxe consigo a confirmação de que, em muitas funções e áreas de atividade, as pessoas podem trabalhar remotamente sem prejuízo para o trabalho que desenvolvem. Muitas pessoas valorizam a possibilidade de trabalharem à distância, seja apenas alguns dias da semana, do mês, ou num regime 100% remoto. 
  • Subsídio de transporte: em muitos casos, as despesas com deslocações para o trabalho representam um encargo significativo, pelo que muitas empresas contemplam o pagamento de um subsídio de transporte (asseguram o valor do passe dos transportes públicos ou do combustível ou atribuem uma viatura da empresa, por exemplo). 
  • Outros benefícios como prémios de desempenho ou de assiduidade, condições especiais no acesso a ginásios, consultas de nutrição, pagamento de subscrições em plataformas de streaming, entre muitos outros. 

Agora que já conhece alguns dos principais benefícios extrassalariais que podem ser concedidos pelas empresas, já pode avaliar melhor eventuais propostas de emprego que tenha em mãos. 

Existe algum outro benefício que considere importante? Conte-nos tudo!